Luísa Stern

Advogada, militante dos Direitos Humanos e pela cidadania de travestis e transexuais.

Dilma contra os ratos e o assassinato da Democracia

Deixe um comentário

Hoje é um dia triste, que pode terminar com o maior atentado contra a Democracia realizado no Brasil, desde o golpe de 1º de abril de 1964.

Heroicamente, a Presidenta Dilma Roussef, legitimamente eleita para um mandato de 4 anos, por mais de 54 milhões de brasileiras e brasileiros, vai ao Senado Federal apresentar sua defesa a um processo golpista desencadeado pelos setores mais corruptos da política, do empresariado, da grande mídia e com a total conivência e cumplicidade do Poder Judiciário.

Nesse ato de resistência, cujo triste desfecho é praticamente inevitável e irrerversível, Dilma estará acompanhada de perto por um grupo de 40 pessoas dos mais diversos segmentos da sociedade e por milhões de brasileiras e brasileiros que acreditam na inocência de alguém que não responde a NENHUM processo cível ou criminal que pudesse dar ensejo a essa onda golpista.

Enquanto a grande mídia brasileira faz a linha de frente ao golpe, em um verdadeiro tribunal de exceção, os principais veículos da imprensa internacional conseguem enxergar a realidade, como em um forte editorial do jornal francês Le Monde e nessa forte charge publicada no New York Times, mostrando Dilma cercada por ratos:

ratos contra DILMA

Em carta dirigia a seus algozes, Dilma foi forte e contundente, como nesses trechos que destaco a seguir:

“O destino sempre me reservou grandes desafios. Alguns pareciam intransponíveis, mas eu consegui vencê-los. Já sofri a dor indizível da tortura, já passei pela dor aflitiva da doença, e hoje sofro a dor igualmente inominável da injustiça. O que mais me dói neste momento é a injustiça. O que mais dói é perceber que estou sendo vítima de uma farsa jurídica e política…

…Mas olho para mim e vejo uma face que, mesmo marcada pelo tempo, ainda tem forças para lutar pela democracia. Porque a democracia é o lado certo da história”

Luisa com Dilma Temer Jamais 2

Aqui, nosso trabalho é participar da resistência a esse avanço do ódio e do conservadorismo, que não respeita o resultado das eleições, viola a Constituição Federal e diversos princípios jurídicos, aplicando um golpe mortal em nossa ainda jovem e frágil Democracia, acolhendo e apoiando a Presidenta Dilma, como no dia em que ela deixou o Palácio do Planalto, em foto publicada no site da Folha de São Paulo:

Luisa com Dilma 12-05-2016

Também temos o compromisso de seguir na luta, com a resistência e o enfrentamento ao conservadorismo golpista que golpeia a Democracia, corrói nossas instituições e ameaça extinguir inúmeros direitos e políticas sociais duramente conquistados ao longo da história, especialmente nos 13 anos dos governos de Lula e Dilma.

Vamos em frente, apesar de todas essas dores, com a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo, em defesa daquilo que acreditamos e que podemos mudar muita coisa para melhor com nossa luta diária.

A exemplo do que disse Judith Butler em um discurso no Occupy Wall Street, sigo afirmando que:

“Se a esperança é uma demanda impossível, então nós demandamos o impossível”

À luta e
Há-braços !

#LutarSempre
#TemerJamais

Luisa Caminhada Lésbica 2016

Texto: Luisa Stern
Imagens: New York Times, Folha de São Paulo e arquivo pessoal

 

 

Anúncios

Autor: Luísa Stern

Mulher transexual, Advogada, militante dos Direitos Humanos e pela cidadania de travestis e transexuais

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s